A performance do sujeito poético em Francisco Alvim

  • Deyse dos Santos Moreira
  • Fábio Leonel de Paiva
Palavras-chave: Francisco Alvim, Poesia Brasileira Contemporânea, Performance, Sujeito Poético

Resumo

Este ensaio é uma reflexão sobre a relação entre poesia e performance, sujeito poético e voz enunciativa, tendo como cerne análises das enunciações que configuram o sujeito poético na obra do poeta brasileiro Francisco Alvim. Partimos do fato de que o termo performance tende a associar-se à ideia de teatralidade e sempre engloba a presença de um corpo, um tempo e um espaço que se passam no aqui e agora. Ademais, a leitura poética materializa a voz lírica e as percepções sensoriais de um corpo, atualizando o enunciado numa nova enunciação. Pretendemos demonstrar que a figura do sujeito poético pode traduzir-se na própria performance da(s) voz(es) que estrutura(m) o texto, sendo indissociável do exercício (re)criador que é a leitura. No caso de Francisco Alvim, constatamos uma sofisticada performance capaz de escavar as profundezas da dimensão social brasileira.
Como Citar
Moreira, D., & Paiva, F. (2018). A performance do sujeito poético em Francisco Alvim. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (10). Obtido de http://elyra.org/index.php/elyra/article/view/211
Secção
Artigos