"A máquina performática", Gonzalo Aguilar e Mario Cámara

  • Carolina Anglada
Palavras-chave: máquina performática, performance, corpo

Resumo

A obra A máquina performática, escrita em parceria pelos especialistas em literatura latino-americana, Gonzalo Aguilar e Mario Cámara, se propõe pensar o campo literário como campo expandido, no qual está implicado o corpo, a voz, o espaço, instâncias menores e que passam despercebidas da crítica tradicional. Para tal, os autores elaboram a noção de “máquina performática”, cuja atuação se dá em um campo experimental, transformando diferentes matérias em signos. A presente resenha aborda, então, alguns dos principais pressupostos da obra, evidenciando, ainda, o repertório crítico-teórico que a fundamenta.
Como Citar
Anglada, C. (2018). "A máquina performática", Gonzalo Aguilar e Mario Cámara. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (10). Obtido de http://elyra.org/index.php/elyra/article/view/216
Secção
Resenha