Apresentação

Hibridismos na Poesia Moderna e Contemporânea

Resumo

O poema fora do livro – seja em imagens, sons, música, performance ou outros suportes –, o poema no papel tomado por vozes dramáticas ou narrativas, o poema num diálogo intermídias ou intertextos: são diversas as formas assumidas pelo poema que não cessam de pôr em xeque sua identidade e seus traços distintivos, refazendo continuamente as categorias e limites. Se um dos aspectos histórico-literários mais decisivos para a constituição da poesia moderna deriva da progressiva libertação de formas textuais pré-         -constituídas, por outro lado ocorre também a expansão da linguagem poética para outras práticas artísticas, produzindo obras que habitam uma zona de indiscernibilidade formal. Pensando nos diversos modos de contaminação entre as linguagens, os artigos deste número da e-lyra buscam pensar as relações entre a poesia moderna e contemporânea e os diversos hibridismos.

Como Citar
Alves, I., & Garcia, M. (2019). Apresentação. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (13), 9-11. Obtido de http://elyra.org/index.php/elyra/article/view/277