Memes, poemas e algumas suspeitas sobre o não original

Resumo

Nosso trabalho se propõe a seguir a provocação de Kenneth Goldsmith segundo a qual o paradigma para a poesia do século XXI, em seu investimento no “não original”, deveria ser pensado como uma aproximação entre a poesia e os memes de internet. Após uma rápida retomada do que estaria implicado nessa provocação, nos voltaremos para um pequeno panorama de algumas das experiências não originais no contexto da poesia contemporânea brasileira, para em seguida mapearmos a questão da autoria nessas obras a partir de uma teoria da medialidade, o que nos permitirá esquematizar alguns dos posicionamentos críticos mais recorrentes quanto ao não original. Finalmente, retomaremos a questão a partir de uma teoria das imagens, com a qual reabriremos a questão para contextos diferentes.

Como Citar
Manzoni, F. (2019). Memes, poemas e algumas suspeitas sobre o não original. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (13), 115-136. Obtido de http://elyra.org/index.php/elyra/article/view/283