1.
Santos T. A legitimidade na leitura da poesia de Augusto de Campos como agente de (re)escrita. eLyra [Internet]. 14 de Outubro de 2020 [citado 2 de Março de 2021];0(15):31-6. Disponível em: https://elyra.org/index.php/elyra/article/view/324