“Devo ser a Fernanda Pessoa, modéstia à parte”: diálogos com Alberto Caeiro em Adília Lopes

Resumo

Na obra de Adília Lopes, procuro rastrear e analisar exemplos de possíveis ecos de Alberto Caeiro, sugerindo um diálogo tanto no que diz respeito a aspectos retórico-estilísticos como a posicionamentos ideológicos e éticos. Por fim, proponho uma interrelação entre as duas dimensões: a formal/estilística e a relativa a uma proposta ética-ideológica.

Como Citar
Ladeira, A. (2019). “Devo ser a Fernanda Pessoa, modéstia à parte”: diálogos com Alberto Caeiro em Adília Lopes. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (14), 87-105. Obtido de https://elyra.org/index.php/elyra/article/view/307