Restos, resíduos e apropriações (quase)não-identificadas: estratégias da criação poética em o 'Livro das Postagens'

  • Elisabete Alfeld Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC-SP

Resumo

O poeta, no século XXI, transita por sites, navega na internet, perambula pela nuvem e esbarra na provocação de vencer o desafio do novo tempo: ‘fazer poesia com palavras emprestadas’. A partir de tais considerações a proposta do artigo consiste em verificar como a criação do poema Livro das Postagens, autoria de Carlito Azevedo (2016) está ancorada na metodologia do “escrever-através” (Perloff 2013). O estudo está organizado em duas etapas: a primeira contextualiza momentos pontuais da poesia brasileira; a segunda, apresenta o estudo sobre o poema Livro das Postagens.

Como Citar
Alfeld, E. (2020). Restos, resíduos e apropriações (quase)não-identificadas: estratégias da criação poética em o ’Livro das Postagens’. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (15), 135-151. Obtido de https://elyra.org/index.php/elyra/article/view/331