"O que desaparece? E o que sobra?": leituras intermediais em 'Pickpocket', de João Miguel Fernandes Jorge

  • Maria Miguel Reis Universidade do Porto

Resumo

O presente artigo centra-se no discurso interartístico e no peso da intermedialidade na obra Pickpocket, do autor português João Miguel Fernandes Jorge, pois trata-se de um livro cuja poesia nasce do cinema de Robert Bresson. Num primeiro momento, torna-se fulcral evidenciar a importância da intermedialidade na escrita de Fernandes Jorge, de forma a compreender que tipo de relação o autor estabelece com o cinema. De seguida, partiremos para uma análise do livro que procure salientar e valorizar a sua componente dialogante e, ao mesmo tempo, pensar que tipo de relação a escrita de Fernandes Jorge propõe com o cinema bressoniano.

Como Citar
Reis, M. (2020). "O que desaparece? E o que sobra?": leituras intermediais em ’Pickpocket’, de João Miguel Fernandes Jorge. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (15), 47-60. Obtido de https://elyra.org/index.php/elyra/article/view/325